Links de Acesso

UNITA leva ao Parlamento debate sobre estado de saúde do PR

  • Manuel José

José Eduardo dos Santos

CASA-CE diz ser perda de tempo e MPLA não se pronuncia

A UNITA diz que vai levar ao Parlamento a questão da saúde do Presidente da República porque a Nação precisa saber por ser um tema de interesse público.

A CASA-CE, no entanto, acredita que neste momento discutir este assunto é desviar o foco das eleições enquanto o MPLA não se pronuncia.

Não há informação oficial sobre o estado de saúde de José Eduardo dos Santos e a ausência de informação cria especulações, facto que, segundo o líder da bancada parlamentar da UNITA, não é bom para a sociedade.

"A figura do Chefe de Estado diz respeito a todos nós e não é um assunto particular, sendo ele pertencente a uma família é bom que esteja bem, mas é preciso que sejamos esclarecidos”, diz Adalberto da Costa Júnior, para quem há “uma má comunicação politica dos colaboradores do Presidente da República, ou estão a jogar”.

O líder parlamentar do principal partido da oposição deixa “o desafio ao Presidente da República para que apareça publicamente, venha à rua e não fique apenas fechado porque isto só alimenta a especulação e não ajuda à estabilidade do país".

O assunto, promete Costa Júnior “vai ser levado à plenária da Assembleia Nacional”.

A CASA-CE também defende que quando se trata do estado de saúde do Presidente o cidadão tem o direito de ser informado.

Entretanto, quanto à ideia de se levar o assunto a Assembleia Nacional não há consenso, com o secretário executivo nacional da CASA-CE Leonel Gomes a considerar que seria uma perda de tempo em função do desequilíbrio existente no Parlamento.

"Nesta altura do campeonato penso que seria perda de tempo porque na Assembleia eles são a maioria e aprovam apenas o que interessa ao regime, vão distrair-nos enquanto o essencial agora são as eleições”, diz Gomes.

Por seu lado, o constitucionalista Esteves Hilario considera que esse silêncio pode ter várias leituras.

“Não há uma resposta objectiva se sim ou não, existe a proporcionalidade e razoabilidade de informar ou não. É razoável dar-se a conhecer ao povo o estado de saúde do Presidente da República, mas há por outro lado coisas que se vierem a público podem ferir o âmbito da vida intima do cidadão que exerce a Presidência da Republica", conclui Hilário.

O MPLA recusa-se a prestar qualquer comentário remetendo o assunto para a Presidência da República.

Em nota, a Casa Civil informou a 3 de Julho que José Eduardo dos Santos viajou para Espanha em visita privada.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG