Links de Acesso

UNITA formaliza pedido de CPI às actividades do Fundo Soberano de Angola

  • VOA Português

José Filomeno Santos refutou as denúncias

Pedido visa investigar denúncias sobre o desvio de verbas do Fundo Soberano

A UNITA entregou formalmente nesta quarta-feira, 6, ao gabinete do presidente do Parlamento a proposta de criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) às actividades do Fundo Soberano de Angola.

Em declarações à VOA, o chefe da bancada parlamentar da UNITA, Adalberto da Costa Júnior, disse que a intenção de pedir uma CPI para investigar as denúncias sobre o desvio de verbas do Fundo Soberano já tinha sido manifestada pela direcção do seu partido.

Costa Júnior considera que a proposta constitui um teste “a todo o sistema”, depois dos anteriores pedidos terem sido sucessivamente rejeitados e considerados “inconstitucionais”

A proposta surge na sequência de denúncias feitas a partir de investigações do Consórcio Internacional de Jornalistas indicando que o Fundo Soberano de Angola, gerido por José Filomeno dos Santos, filho do ex-Presidente da República, José Eduardo dos Santos, teria permitido empréstimos ilegais com recurso a paraísos fiscais.

As denúncias do “Paradise Papers” apontaram o presidente do Fundo Soberano de ter alegadamente investido mais de três mil milhões de dólares, dos cerca de cinco mil milhões de dólares que constituíram o capital inicial da instituição num paraíso fiscal das Ilhas Maurícias, através da empresa Quantum Global, do empresário Jean-Claude Bastos de Morais.

José Filomeno dos Santos negou tais acusações assegurando não ter havido quaisquer irregularidades na gestão do Fundo Soberano de Angola.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG