Links de Acesso

Uma criança entre os mortos em tiroteio na Califórnia


Investigadores no local do tiroteio de 31 de Março em Orange County, Califórnia

Uma criança está entre as quatro pessoas mortas na quarta-feira, 31 de Março, num tiroteio num edifício comercial do sul da Califórnia que deixou uma quinta vítima e o atirador gravemente feridos, disse a polícia.

A violência na cidade de Orange, a sudeste de Los Angeles, foi o terceiro tiroteio em massa do país em apenas duas semanas.

Quando a polícia chegou à estrutura de dois andares por volta das 17h30 tiros estavam a ser disparados, disse a tenente da polícia de Orange, Jennifer Amat. Os agentes abriram fogo e o suspeito foi levado para um hospital, disse Amat.

Não está claro se o suspeito sofreu um ferimento auto-infligido ou foi baleado pela polícia. A polícia não forneceu detalhes sobre as vítimas, excepto para dizer que uma era uma criança e uma mulher estava gravemente ferida.

Num tweet, o governador Gavin Newsom chamou as mortes de "horríveis e comoventes": "Os nossos corações estão com as famílias afectadas por esta terrível tragédia esta noite", escreveu.

A deputada Katie Porter, uma democrata da Califórnia cujo distrito inclui a cidade de Orange, disse no Twitter que estava "profundamente triste".

Jennifer Amat não tinha informações sobre o que pode ter causado o ataque. Ela disse que o tiroteio ocorreu em ambos os andares do edifício. Sinais no exterior do edifício indicavam que várias empresas estavam ali localizadas, incluindo uma seguradora, uma empresa de consultoria financeira, uma empresa de serviços jurídicos e uma loja de conserto de telefones.

As pessoas reuniram-se do lado de fora do prédio após o tiroteio na esperança de obter notícias sobre seus entes queridos.

Paul Tovar disse à KTLA-TV que o seu irmão é dono de uma empresa lá, a Unified Homes, uma agência imobiliária de casas móveis. "Ele não atende o telefone, nem a minha sobrinha", disse Tovar. "Estou com muito medo e preocupado. No momento, estou a rezar muito."

Charlie Espinoza também estava do lado de fora do prédio e disse ao The Orange County Register que não conseguiu entrar em contacto com seu noivo, que trabalha para uma empresa de facturação médica.

Cody Lev, que mora do outro lado da rua do prédio comercial, disse ao jornal que ouviu três estalos altos que foram espaçados, depois mais três. Houve silêncio, então ele ouviu vários tiros, seguidos por sirenes e depois mais tiros.

Uma transmissão ao vivo do Facebook publicada por um residente que mora perto do escritório parecia mostrar agentes carregando uma pessoa imóvel do prédio e agentes a ajudar outra pessoa.

Este tiroteio ocorre após um outro tiroteio em massa num supermercado em Boulder, Colorado, na semana passada, que deixou dez mortos. Uma semana antes, seis mulheres asiáticas estavam entre as oito pessoas mortas em três spas da área de Atlanta.

A cidade de Orange fica a cerca de 48 quilómetros de Los Angeles e tem cerca de 140.000 habitantes. Amat disse que o tiroteio foi o pior na cidade desde Dezembro de 1997, quando um atirador armado com uma rifle de assalto atacou um parque de manutenção do Departamento de Transporte da Califórnia.

Arturo Reyes Torres, 41, operador de equipamento, foi o autor do tiroteio, ele tinha sido despedido seis semanas antes - matou quatro pessoas e feriu outras, incluindo um agente, antes que a polícia o matasse.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG