Links de Acesso

Tribunal da ONU ordena à Rússia para libertar navios e marinheiros ucranianos


Ponte no estreito de Kerch onde se deu o incidente

Um tribunal das Nações Unidas deu ordens á Rússia para libertar imediatamente três barcos da marinha da Ucrânia e vários marinheiros que foram capturados em Novembro num confronto ao largo da península da Crimeia.

O Tribunal para a Lei do Mar, sediado na Alemanha, emitiu a ordem hoje depois de uma audiência no inicio do mês para analisar o caso.

O incidente ocorreu a 25 de Novembro no estreito de Kerch que separa a Crimeia da Rússia e que liga o Mar Negro ao Mar de Azov.

A Ucrânia disse que a Rússia impediu a navegação dos seus barcos que regressavam ao porto de Odessa no mar Negro numa violação da Lei do Mar

A Rússia disse que os navios ucranianos estavam a tentar entrar no Mar de Azov através do estreito de Kerch desafiando ordens russas para parar porque o estreito tinha sido temporáriamente encerrado.

A Rússia argumentou anteriormente que o tribunal não tem jurisdição sobre o caso por se tratar de actividade militar e não participou na sessão de hoje do tribunal.

O tribunal disse que ambas as partes têm até 25 de Junho para informar sobre se a sua decisão foi cumprida mas não tem poderes para fazer aplicar a sua decisão

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG