Links de Acesso

Tribunal adia sentença de activistas presos há oito meses na Lunda Sul


Saurimo

A sentença dos 11 activistas do Movimento do Protectorado Lunda Tchokwe julgados muito recentemente que devia ter sido pronunciada hoje no tribunal Provincial da Lunda Sul, em Saurimo, ficou adiada para o próximo dia vinte e cinco.

José Mateus Zecamuthica, presidente do Movimento do Protectorado Lunda Tchokwe que revelou a informação á VOA, disse que a Juíza, Marinela Francisco Miguel Augusto, alegou a necessidade de mais tempo para melhor decisão judicial neste processo que diz ser complexo.

Para Zecamutchima, apesar dos ventos que sopram a favor da liberdade de expressão, os órgãos da administração da Justiça nas províncias do leste ainda não se libertaram do partido único e continuam trabalhar como foi no passado, completamente partidarizados.

Os onze, incluindo uma mulher, foram presos em Novembro quando alegadamente planeavam uma manifestação

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG