Links de Acesso

Tailândia condena dezenas de traficantes de seres humanos


Tenente generall Manas Kongpan , no centro.

Um general do exército tailandês está entre dezenas de pessoas condenadas num grande processo de tráfico de seres humanos na Tailândia.Trata-se do Tenente general Manas Kongpaen.

Um juiz iniciou hoje a apresentação de sentença de mais de 100 réus.

Os acusados, incluindo militares, policiais e políticos locais, foram presos, em 2015, após a descoberta de dezenas de túmulos rasos em selvas perto da fronteira entre a Tailândia e Malásia.

Nesses campos, os traficantes de pessoas mantinham os imigrantes reféns até que as suas famílias pudessem pagar o resgate. Muitos morreram de fome ou malária.

Entre as vítimas figuram muçulmanos do grupo étnico Rohingya, que fugiam da perseguição no estado de Rakhine; e bengalis que procuravam emprego na Tailândia, Malásia e Indonésia.

Entre os que foram declarados culpados na onda de veredictos de quarta-feira, o tenente-general do exército Manas Kongpaen, o oficial de maior ranking em julgamento.

O caso ganhou destaque quando o principal investigador da polícia, o Major general Paween Pongsirin, fugiu da Tailândia alegando que a sua vida tinha sido ameaçada.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG