Links de Acesso

Somália: Chefes da Polícia e da Inteligência despedidos


Um carro bomba explodiu em Mogadíscio no sábado, 28 de Outubro, 2017

Decisão surge em consequência de mais um ataque terrorista na capital Mogadíscio

O chefe da polícia somali e o chefe da inteligência do país foram despedidos, depois do ataque a um hotel na capital Mogadíscio.

Autoridades falam em dezenas de feridos e pelo menos 26 mortos no ataque ao conhecido hotel Nasa Hablod Two em Mogadíscio, reivindicado pelo grupo extremista al-Shabab.

Militantes invadiram o hotel no sábado, 28 de Outubro e explodiram um carro à porta do hotel. A polícia diz ter capturado dois dos atacantes e ter morto outros dois.

Em consequência deste ataque, o comandante da polícia somali, o general Abdihakim Dahir Saaid e o chefe da Inteligência Abdullahi Mohamed Ali Sanbalolshe foram despedidos, de acordo com um tweet do ministro da Informação Abdirahman Omar Osman.

Além do ataque ao hotel, houve uma segunda explosão de um carro-bomba no sábado, junto ao antigo edifício do parlamento.

Os ataques de sábado, acontecem exactamente duas semanas depois de um camião ter explodido numa área bastante movimentada de Mogadíscio, matando pelo menos 358 pessoas.

Nessa explosão, um colaborador da VOA morreu e um correspondente ficou ferido. O governo da Somalia responsabiliza o Al-Shabab pelo ataque de 14 de Outubro, embora o grupo não tenha reivindicado a responsabilidade.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG