Links de Acesso

Somália: Número de mortes aumenta para mais de 230


Civis andam pela zona da explosão

O atentado com dois camiões-bomba cometido no sábado, 14 de Outubro, por supostos integrantes do grupo jihadista Al Shabab na capital da Somália, Mogadíscio, matou pelo menos 230 pessoas, segundo um porta-voz do parlamento Abshir Mohamed Ahmed à VOA.

Mais de 200 pessoas ficaram feridas na explosão, incluindo um repórter da Voz da América.

O Presidente somali Mohamed Abdullahi Farmaajo disse que o país vai observar “três dias de luto nacional pelas vítimas inocentes e as bandeiras estarão a meia-haste”

Farmaajo pediu também ao povo somali para se unir contra o terror dizendo que “é tempo de união e oração em conjunto. O terror não vai ganhar.”

No sábado, 14 de Outubro, uma explosão ocorreu junto a Zobe, uma área bastante movimentada em Mogadíscio, capital da Somália.

Efeitos da explosão na área de Zobe, Mogadíscio, Somália
Efeitos da explosão na área de Zobe, Mogadíscio, Somália

Mortos e feridos

Abdulkaidr Mohamed Abdulle, correspondente somali para VOA Somali em Mogadíscio, está entre os feridos. A sua mulher, Samira Abdirahman Sheikh Adam, confirmou à VOA que Abdulle teve ferimentos no pescoço, cabeça e mão direita.

Não houve reivindicações ao ataque no imediato, mas ataques semelhantes têm sido levados a cabo pelo grupo extremist islâmico al-Shabab. O grupo, que está ligado à al-Qaida, está a tentar depor o governo num esforço para estabelecer uma lei Islâmica estrita.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG