Links de Acesso

São Tome e Príncipe: Presidente do Supremo Tribunal demite assessor por corrupção

  • Óscar Medeiros

Tentativa de corrupção teria a ver com a recuperação por via judicial da empresa Rosema disputada por dois grupos económicos, no âmbito de um processo que já teria transitado em julgado.

O Presidente do referido tribunal, Manuel Silva Cravid demitiu e apresentou uma queixa crime na Procuradoria Geral da República contra o seu assessor, Justino Veiga por tentativa de corrupção.

São Tome e Príncipe: Presidente do Supremo Tribunal demite assessor por corrupção
please wait

No media source currently available

0:00 0:02:14 0:00

A queixa crime do Presidente do Supremo Tribunal de Justiça contra Justino Veiga, antigo ministro da Justiça dos governos de coligação MDFM-PCD e MLSTP e ex-juiz conselheiro do tribunal constitucional, nomeado pelo então presidente da República Manuel Pinto da Costa, deu entrada esta sexta-feira na procuradoria geral da república.

Justino Veiga é acusado de tentativa de corrupção ao presidente do Supremo Tribunal de Justiça e ao Juiz conselheiro Frederico da Glória.

De acordo com fontes do Supremo Tribunal de Justiça estariam também envolvidos nesta tentativa de corrupção o deputado Delfim Neves, do Partido da Convergência Democrática, e o Vice-Presidente do MLSTP-PSD, e Diretor geral da Sonangol STP, Osvaldo Vaz.

As mesmas fontes adiantam que esta tentativa de corrupção teria a ver com a recuperação por via judicial da Rosema, fabricante de cerveja, disputada por dois grupos económicos no âmbito de um processo que já teria transitado em julgado.

Esta segunda-feira o actual administrador da única fábrica de cerveja de São Tomé e Príncipe, Domingos Monteiro, também entregou mais três queixas crime ao Procurador geral da República.

Domingos Monteiro diz que as queixas crime são por suborno aos Magistrados do Supremo Tribunal de Justiça e garante que tem provas.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG