Links de Acesso

Samakuva promete acabar com o "cabritismo e a gasosa"

  • Armando Chicoca

Isaías Samakuva em pré-campanha

Líder da UNITA reitera salário mínimo de 500 dólares

O líder da UNITA, Isaías Samakuva, denunciou que "o cabritismo e a gasosa andam juntos" e defende um bom salário aos trabalhadores para acabar com essas práticas.

No Namibe, Samakuva defendeu que a UNITA é a favor do salário mínimo ao equivalente a 500 dólares americanos.

Para o líder da oposição, "só com bom salário poderemos ter professores e técnicos de saúde dedicados".

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG