Links de Acesso

Rússia e Turquia anunciam acordo para saída de rebeldes de Aleppo

  • Redacção VOA

Vitaly Churkin, embaixador da Rússia junto das Nações Unidas

Os governos da Rússia e da Turquia chegaram a um acordo nesta terça-feira, 13, para a retirada dos rebeldes da cidade de Aleppo, na Síria.

A informação foi avançada por Yaser al Yousef, líder do grupo rebelde Nuredin al Zinki, e confirmada mais tarde pelo embaixador da Rússia na ONU, Vitaly Churkin.

O acordo inclui a retirada de civis, mas, segundo Vitaly Churkin, vale apenas para os rebeldes, e deve começar a ser respeitado "nas próximas horas".

"Agora [Aleppo] ficará sob o controlo do Governo sírio, então não há necessidade de que os civis restantes saiam e há acordos humanitários que os portegem porque ninguém os vai ferir", reiterou o embaixador Churkin.

Um integrante do grupo rebelde Jabha Shamiya disse à Reuters que espera-se que a maioria das 50 mil pessoas que ainda estão na cidade deixe as áreas rebeldes.

A Rússia apoia o regime do Presidente Bashar al-Assad, enquanto a Turquia tem estado do lado dos rebeldes.

O Governo controla Aleppo ocidental e as suas tropas tomaram três quartos da cidade desde que entraram no enclave, por terra, a 27 de Novembro, com o apoio de ataques aéreos contínuos.

XS
SM
MD
LG