Links de Acesso

Renamo exige comissão de inquérito para avaliar "provocações"

  • William Mapote

José Almeida Murevete, deputado provincial da Renamo assassinado em Nampula

O partido acusa a polícia de fazer ouvidos de mercador.

A Renamo quer que o governo crie uma comissão de inquérito para investigar alegadas provocações das Forças de Defesa e Segurança que ameaçam a manutenção das tréguas no país.

A comissão proposta deverá, segundo a Renamo, integrar todos os "actores nacionais interessadas na manutenção da paz".

As alegadas provocações que, segundo a Renamo acontecem, regra geral, nas províncias de Sofala, Manica e Tete, consistem em ofensivas contra membros do seu partido, inviabilizando o livre exercício da actividade política.

O maior partido da oposição acusa a polícia de fazer ouvidos de mercador as suas acusações, e, no início da semana, fez a primeira denúncia.

O Comando Geral da Polícia reagiu dizendo que desconhecia as situações denunciadas e assegurou que as tréguas estavam a ser integralmente cumpridas.

XS
SM
MD
LG