Links de Acesso

Rebeldes sírios suspendem negociações sobre acordo de paz


Osama Abu Zeid, do grupo rebellde Free Syrian Army, conference

Alegam violações do direitos humanos dos aliados sírios.

Grupos rebeldes sírios disseram nesta segunda-feira, 2, que decidiram interromper quaisquer conversas sobre sua possível participação nas negociações de paz na Síria, que estão a ser preparadas pelo Governo russo no Cazaquistão, a não ser que o Executivo sírio e os seus aliados apoiados pelo Irão parem com o que chamaram de "violações do cessar-fogo".

Em comunicado, os grupos rebeldes também disseram que se houver qualquer avanço territorial do Exército e de milícias apoiadas pelo Irão, e que lutam lado a lado, eles vão interromper o frágil cessar-fogo negociado por Rússia e Turquia, que entrou em vigor na sexta-feira, 30.

"O regime e os seus aliados continuaram a atirar e cometeram muitas e grandes violações", disse o comunicado, assinado principalmente por grupos rebeldes moderados que operam sob o chamado Free Syrian Army (FSA).

O Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) deu o seu aval no sábado para o acordo de cessar-fogo, que deve ser seguido por negociações de paz em Astana, capital do Cazaquistão.

O comunicado disse que as principais violações ocorreram numa área ao noroeste de Damasco, no vale Wadi Barada .controlado por rebeldes, onde as forças do Governo e o grupo libanês Hezbollah, apoiado pelo Irã, têm tentado avançar.

XS
SM
MD
LG