Links de Acesso

Previsões sombrias para a economia angolana


Alves da Rocha

Angola não deverá retomar os níveis de crescimento do passado antes de 2025, disse o economista Alves da Rocha.

Ele falava á margem da apresentação do relatório anual sobre a situação económica em Angola do Centro de Estudos e Investigação da Universidade Católica.
Alves da Rocha disse que a taxa de desemprego em Angola ultrapassa os 29 porcento da população economicamente activa.

“A população desempregada entre Abril e Agosto deste ano atingiu cerca de 250 mil pessoas que ficaram sem suas fontes de rendimento o que equivale em termos de perda no PIB cerca de 5 mil milhões de dólares", disse.

"Pessoalmente acho que antes de 2025 Angola não terá condições para recuperar dinâmicas
de crescimento perdidas no passado", disse o economista para quem " modelo que está a ser usado com apoio do FMI ( para as projecções económicas) não interessa à criação das bases económica e social de Angola

O investigador do CEIC Precioso Domingos adverte que daqui a quatro anos é provável que os problemas se mantenham.
"Mesmo até 2023 pelos nossos cenários por aquilo que mostra o nosso modelo macro económico nem 3 porcento se vai atingir”, disse

O relatório aponta que desde 2015 Angola tem registado uma desaceleração da economia todos os anos e a taxa de pobreza segundo ainda o relatório é de 42 porcento, sendo a taxa de pobreza extrema de vinte por cento.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG