Links de Acesso

Presos denunciam más condições nas cadeias do Uíge


Governador promete resolver os problemas

Os reclusos das comarcas do Kindoki e do Congo, na província do Uíge, clamam por socorro devido às más condições de acomodação, saúde e de alimentação a que estão submetidos naquelas unidades penitenciárias.

Presos queixam-se de condições em prisões do Uíge - 1:51
please wait

No media source currently available

0:00 0:01:51 0:00

“Em termos de saúde temos dificuldades, falta de medicamento, as patologias agravam-se cada vez mais, os colchões aqui existentes já se encontram degradados, alimentação não condigna para a saúde de um ser humano” disse um dos reclusos numa mensagem dirigida ao governador que visitou as cadeias recentemente.

O governador provincial Pinda Simão garantiu que vai resolver os problemas.

“Vocês continuam a merecer a nossa atenção, o facto de estarem privados da liberdade não vos tira o direito de nos olharmos por vocês, ouvimos as vossas preocupações e serão resolvidas”, disse o governador.

Na comarca do Congo, encontram-se detidos 370 presos e na comarca do Kindoki 631 condenados dos quais constam cinco naturais da Republica Democrática do Congo.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG