Links de Acesso

Preso em Portugal antigo presidente da TCUL


Abel Cosme aguarda agora extradição para Angola onde faz face a acusações de desvio de fundos

Foi preso em Portugal a pedido das autoridades angolanas o ex-presidente do conselho de administração da empresa Transporte Colectivo Urbano de Luanda (TCUL), Abel António Cosme, noticiaram dois jornais angolanos.

Cosme encontrava-se fugido de Angola depois de ter sido acusado de envolvimento em alegados desvios de fundos públicos enquanto gestor da Unicargas.

A denúncia contra Cosme foi feita no julgamento do “Caso CNC” em que o réu principal foi o ex-ministro dos Transportes Augusto Tomás que foi condenado a 14 anos de prisão por peculato, branqueamento de capitais, associação criminosa no desvio de fundos do Estado.

Outros réus foram condenados a penas de prisão de 10 a 12 anos.

A Polícia Judiciária portuguesa confirmou a prisão de “um cidadão estrangeiro procurado pelas autoridades judiciais angolanas” mas não divulgou o seu nome.

A PJ portuguesa confirmou no entanto que o detido é um homem, de 57 anos, que “anteriormente desempenhou funções como alto cargo, na administração de uma empresa de transportes coletivos, em Angola” e que é suspeito da prática dos crimes de branqueamento de capitais, corrupção, desvio de fundos do Estado e associação criminosa.

Cosme aguardará na prisão em Portugal o processo de extradição.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG