Links de Acesso

Ex-ministro angolano dos Transportes, Augusto Tomás, condenado a 14 anos de prisão


Augusto da Silva Tomás, ex ministro angolano

A sentença foi lida neste 15 de Agosto, num caso julgado pelo Tribunal Supremo de Angola.

Tomás era acusado dos crimes de peculato, associação criminosa, abuso de poder, violação das normas de execução do plano do orçamento, participação económica em negócio, branqueamento de capitais, recebimento indevido de vantagem e compulsão.

Além de Tomás, outros cinco ex-directores do Conselho Nacional dos Carregadores (CNC) foram também condenados: Isabel Bragança, condenada a 12 anos, Rui Manuel Moita, a 10 anos, e Eurico Pereira da Silva, a dois anos de cadeia.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG