Links de Acesso

Polícia angolana desmente rapto de agentes em Cabinda

  • Manuel José

Superintendente chefe da polícia Feliciano da Monica

Reivindicação da FLEC é "mentira e propaganda", garante comandante da polícia.

O Comando Provincial da Polícia Nacional em Cabinda desmentiu as notícias sobre um suposto rapto de quatro agentes da polícia na comuna do Nhuca, Município de Buco-Zau, cerca de 150 quilómetros a norte da cidade de Cabinda.

Em nota divulgada nesta terça-feira, 16, os independentistas da Frente de Libertação do Estado de Cabinda (FLEC) tinha reivindicado a captura de quatro agentes da polícia numa emboscada em que teriam morrido dois soldados angolanos.

A organização pediu a mediação do Comité Internacional da Cruz Vermelha para a libertação dos prisioneiros.

Em Cabinda, o superintendente chefe do Comando Provincial Feliciano da Mónica classificou o comunicado da FLEC como “uma mentira”.

Em declarações à VOA, Feliciano reafirmou que a situação na província é “estável” e que a informação “não passa de propaganda política”.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG