Links de Acesso

Políticos americanos reagem a entrega de relatório de Robert Mueller


Robert Mueller e Donald Trump.

Ainda é desconhecido o que consta do relatório do Procurador Especial Robert Mueller e até ao momento, o Presidente Donald Trump ainda não reagiu à entrega do relatório ao Procurador Geral dos Estados Unidos, William Barr.

O chamado “relatório Mueller”, que se foca na investigação do papel da Rússia nas eleições presidenciais de 2016 e qualquer potencial transgressão por parte do Presidente Donald Trump, há muito que é esperado, e a sua conclusão está a criar bastante expectativa na cena política americana.

Barr disse que poderá actualizar o Congresso, sobre novas informações do relatório, ainda este fim-de-semana, que encerra a investigação de quase dois anos de Robert Mueller.

Congressistas democratas dizem que é “imperativo” tornar todo o relatório público.

A líder do Congresso, a democrata Nancy Pelosi, e o senador democrata Chuck Schumer disseram em comunicado conjunto que "o povo americano tem o direito de saber a verdade”.

Procurador-Geral William Barr
Procurador-Geral William Barr

Eles disseram também que Barr não pode dar a Trump nenhum acesso prévio ao relatório.

A secretária para a imprensa da Casa Branca, Sarah Sanders disse que a Casa Branca não recebeu nem foi brifada sobre o relatório e disse que “os próximos passos dependem do Procurador Geral Barr."

Segundo a Associated Press, o advogado de Trump, Rudy Giuliani, pediu acesso ao relatório antes de ser tornado público, mas não recebeu quaisquer garantias de que a equipa legal de Trump vai ter acesso prévio.

O senador republicano e líder do Senado Mitch McConnell espera que o Procurador Geral Barr "dê o máximo de informação possível” sobre as descobertas “com a maior abertura e transparência possível”

O republicano Doug Collins, que também faz parte do Comité Judicial da Câmara dos Representantes, diz esperar que o Departamento de Justiça dê o relatório ao Comité, sem atrasos.

Outro senador republicano, Chuck Grassley, disse que as descobertas devem ser tornadas públicas para se pôr fim à “especulação e inuendos” que pairam sobre a Administração Trump.

A senadora e candidata à Presidência em 2020, Elizabeth Warren, pediu a Barr que torne o relatório público agora.

Kamala Harris, senadora da Califórnia e também candidata à Presidência dos Estados Unidos, pediu não só “total transparência”, como disse que Barr “deve testemunhar publicamente sob juramento sobre as descobertas da investigação”.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG