Links de Acesso

Oito "capacetes brancos" mortos na Síria

  • Redacção VOA

Resgate dos corcos dos voluntários "capacetes brancos"

Defesa civil não sabe se os bombarbeamentos foram do exército sírio ou das forças russas

A Defesa Civil Síria, que se dedica a trabalhos de resgate em áreas fora do controlo das autoridades no país, denunciou a morte de oito dos seus voluntários num ataque contra um dos seus centros na província central de Hama.

Os também chamados "capacetes brancos" disseram em comunicado nesta segunda-feira, 1, que seu centro de Kafr Zita, no norte de Hama, foi bombardeado no sábado, 29, por aviões que não se sabe se eram do Governo sírio ou russo.

O local foi atacado ao meio-dia com bombas sísmicas que destruíram o refúgio subterrâneo onde estava refugiada uma equipa de oito pessoas da Defesa Civil.

A nota denuncia que a região foi bombardeada durante horas após o ataque, o que impediu que as vítimas fossem resgatadas.

Ao menos 185 dos "capacetes brancos" morreram no país desde o início do conflito em março de 2011, afirma a organização

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG