Links de Acesso

Nobel da Paz chama Facebook de "tendencioso contra factos"


Nobel da Paz 2021, Maria Ressa, jornalista filipina. Taguig, Filipinas, 9 de Outubro 2021

Maria Ressa diz que Facebook prioriza "disseminação de mentiras misturadas com raiva"

A vencedora do Prémio Nobel da Paz, Maria Ressa, usou o seu novo destaque para criticar o Facebook como uma ameaça à democracia, dizendo que o gigante da media social falha em proteger contra a propagação do ódio e da desinformação e é "tendencioso contra factos".

A jornalista veterana e chefe do site de notícias filipino Rappler disse à Reuters em entrevista, depois de ganhar o prémio, que os algoritmos do Facebook "priorizam a disseminação de mentiras misturadas com raiva e ódio aos factos".

Os seus comentários aumentam a pressão recente sobre o Facebook, usado por mais de 3 biliões de pessoas, e que nos últimos dias tem estado no centro das atenções depois de uma ex-funcionária ter acusado a empresa de colocar lucro sobre a necessidade de conter o discurso de ódio e a desinformação. O Facebook nega qualquer irregularidade.

Em resposta aos comentários de Ressa, um porta-voz do Facebook disse que o gigante da media social continua a investir pesadamente para remover e reduzir a visibilidade de conteúdo prejudicial.

"Acreditamos na liberdade de imprensa e apoiamos organizações de notícias e jornalistas em todo o mundo enquanto continuam seu importante trabalho", acrescentou o porta-voz.

Ressa partilhou o Nobel na sexta-feira, 8 com o jornalista russo Dmitry Muratov. O comité atribuiu o prémio aos dois por considerar que eles enfrentaram a ira dos líderes das Filipinas e da Rússia para expor a corrupção e a miséria, um endosso à liberdade de expressão sob fogo em todo o mundo.

O Facebook tornou-se o maior distribuidor de notícias do mundo e "ainda assim é tendencioso contra os factos, é tendencioso contra o jornalismo", disse Ressa.

"Se você não tem factos, não pode ter verdades, não pode ter confiança. Se você não tem nenhum desses factos, não tem democracia", disse ela.

"Além disso, se você não tem factos, não tem uma realidade compartilhada, então não pode resolver os problemas existenciais do clima, do coronavírus."

Ressa tem sido alvo de intensas campanhas de ódio nas redes sociais por parte de apoiantes do Presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte, que ela disse ter como objectivo destruir a credibilidade dela e do Rappler.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG