Links de Acesso

“Nenhum ditador deve subestimar a determinação americana”, diz Trump no Japão

  • Redacção VOA

Donald Trump, Base Aérea de Yokota.

"Vocês são a maior ameaça para os tiranos e ditadores que procura vingar-se de inocentes,” disse Trump aos militares.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse, hoje, aos militares americanos, na Base Aérea de Yokota, no Japão, que "ninguém, nenhum ditador, nenhum regime ... deve subestimar a determinação americana".

Trump faz estas declarações no início do seu périplo asiático de cerca de duas semanas, que tem no centro a Coreia do Norte e o comércio.

Embora o discurso tenha sido direccionado aos militares americanos, alguns pontos podem ser interpretados como um aviso para a nação isolada da Coreia do Norte.

"Vocês são a maior ameaça para os tiranos e ditadores que procura vingar-se de inocentes,” disse Trump aos militares.

Depois de discursar em Yokota, o presidente Trump seguiu no “Marine One” até o Kasumigaseki Country Club, na província de Saitama, perto da capital Tóquio, onde foi recebido pelo primeiro-ministro Shinzo Abe.

Trump (direita) conversa com Abe (quarto à direita) e o golfista profissional Hideki Matsuyam (esquerda) no Kasumigaseki Country Club
Trump (direita) conversa com Abe (quarto à direita) e o golfista profissional Hideki Matsuyam (esquerda) no Kasumigaseki Country Club

O Kasumigaseki Country Club irá acolher o torneio de golfe dos Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020.

Durante o almoço, Trump e Abe, autografaram em chapéus brancos, nos quais lia-se "Donald e Shinzo elevam a aliança”.

Após o almoço, os dois líderes jogaram com Hideki Matsuyama, golfista profissional japonês.

Norte-coreanos “são optimas pessoas”

Durante a partida de golfe, disse um funcionário sénior da administração, Trump e Abe "falaram um pouco sobre a Coréia do Norte".

Os dois irão continuar o tópico nas conversas seguintes, disse o funcionário, que acrescentou que o Secretário de Estado Rex Tillerson e outros responsáveis do governo estão a debater a possibilidade de considerar a Coreia do Norte como patrocinadora do terrorismo.

Durante a viagem ao Japão, a VOA perguntou ao presidente se tinha uma mensagem para o povo da Coreia do Norte.

“Eu acho que eles são óptimas pessoas. Eles são trabalhadores. Eles são calorosos, muito mais do que o mundo sabe ou entende, são óptimas pessoas (…)”.

Trump disse também aos jornalistas que esperava encontrar-se com o presidente russo, Vladimir Putin, à margem de um encontro internacional, nas Filipinas, ainda no presente périplo.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG