Links de Acesso

EUA e China em conversações para travar o consumo de opiáceos

  • VOA Português

Isobutyryl fentanyl.

Conversações surgem dias depois do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ter declarado a epidemia de opiáceos da América uma emergência de saúde pública.

Funcionários americanos e chineses iniciaram conversações, em Pequim, sobre esforços de inteligência e cooperação antidrogas.

Estas conversações surgem dias depois do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ter declarado a epidemia de opiáceos da América uma emergência de saúde pública e classificado a China como uma fonte principal do forte e viciante fentanyl,

A imprensa chinesa reporta que durante as reuniões, ambos os lados "consolidaram uma direcção clara e métodos detalhados para a próxima fase de cooperação".

Na sua reportagem, a agência de notícias Xinhua não dá detalhes, mas cita um alto funcionário antidrogas afirmando que os dois países deveriam construir cooperação.

Na terça-feira, a porta-voz do ministério das Relações Exteriores da China, Hua Chunying, deu garantias de que Pequim seria cooperativo nos seus esforços para controlar o fentanyl.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG