Links de Acesso

Mugabe reitera a mediador que não sai

  • Redacção VOA

Robert Mugabe

Presidente do Zimbábue reuniu-se com militares e mediador

O Presidente do Zimbábue, dois ministros do seu Governo e o chefe dos militares que assumiram os prédios oficiais encontraram-se nesta quinta-feira, 15, com enviados da África do Sul, no Palácio Presidencial.

A notícia é revelada pelo jornal do Governo, "Herald", que publica fotos onde se veem Mugabe, o chefe das Forças Armadas, o general Constantino Chiwenga, o ministro da Defesa Sydney Sekeramayi e o ministro da Segurança do Estado, Kembo Mohadi conversando com autoridades sul-africanas e o padre Fidelis Mukonori.

O facto de Mugabe ter saído da sua casa, no subúrbio de Harare, e ter ido ao “State House”, segundo o "Wall Street Journal" pode indicar uma nova fase na transição de poder no país.

O padre Fidelis Mukonori está a mediar o diálogo entre as partes, mas a agência Reuters e o jornal Times, da África do Sul, revelaram que Robert Mugabe nega-se a sair por considerar ser o “poder legítimo no Zimbábue.

"Os militares insistem que o Presidente tem que pôr fim ao seu mandato", indicaram as fontes citadas pelo jornal, adiantando que a situação está “numa espécie de ponto morto, um beco sem saída".

Os militares assumiram o poder na terça-feira, alegadamente para “prender criminosos” que, segundo eles, querm afastar os veteranos do partido ZANU-PF, em particular o antigo vice-presidente Emmerson Mnangagwa.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG