Links de Acesso

Movimento dos Estudantes Angolanos denuncia a cobrança de matrículas nas escolas públicas

  • Coque Mukuta

O valor de cada matrícula chega a 100 mil kwanzas nas escolas públicas

O Movimento dos Estudantes Angolanos (MEA) denuncia a cobrança de matrículas nas escolas de Luanda, ao contrário do que afirmou, em Novembro, o director provincial da Educação em Luanda.

Matriculas continuam a ser pagas - 2:42
please wait

No media source currently available

0:00 0:02:42 0:00

O valor de cada matrícula chega a 100 mil kwanzas nas escolas públicas.

Os candidatos a uma vaga no ensino médio enfrentam um pedido de 60 a 100 mil kwanzas por parte das direcções das escolas em Luanda, o que corresponde a 500 dólares ao câmbio oficial.

“As cobranças estão no IMEL, de 90 a 100 mil kwanzas, no Makarengo, de 80 a 90 mil kwanzas, e nas periferias como Cazenga e Viana, de 50 e 60 mil kwanzas”, revela Francisco Vitoriano Teixeira, porta-voz do MEA.

A VOA ouviu um encarregado de educação a quem foi exigido o pagamento de 50 mil kwanzas numa escola do Zango.

“Sem dinheiro, o meu filho vai ter que esperar o próximo ano”, lamentou a fonte que pediu o anonimato.

O porta-voz do MEA defende a reestruturação do sistema de ensino em Luanda, começando com a exoneração do director provincial da Educação em Luanda, André Soma.

“André Soma já fez a sua parte e para a dinamização da educação era importante um novo indivíduo que possa apostar na fiscalização”, exige.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG