Links de Acesso

Morreu Sidney Poitier, o primeiro actor negro a receber um Oscar


Actor Sidney Poitier com o seu Oscar na 36ª Cerimónia do Oscar, Santa Monica, Califórnia. 13 de Abril 13, 1964.

Sidney Poitier, o renomado actor, realizador e activista de Hollywood morreu aos 94 anos, disse a sua família.

A notícia também foi confirmada esta sexta-feira, 7, à Reuters por Eugene Torchon-Newry, director-geral interino do Ministério das Relações Exteriores das Bahamas.

Poitier rompeu as barreiras raciais como o primeiro negro vencedor do Oscar de melhor actor pelo desempenho no filme "Lilies of the Field", que estreou em 1963.

Imagem de arquivo de Sidney Poitier em Março de 2014, num evento do Oscar em West Hollywood, Califórnia
Imagem de arquivo de Sidney Poitier em Março de 2014, num evento do Oscar em West Hollywood, Califórnia

O actor inspirou uma geração durante o movimento pelos direitos civis. Poitier criou um legado cinematográfico distinto num único ano, com três filmes em 1967, numa altura em que a segregação prevalecia em grande parte dos Estados Unidos.

Em "Guess Who's Come to Diner", ele interpretou um homem negro com uma noiva branca e "In the Heat of the Night" ele era Virgil Tibbs, um polícia negro que enfrenta o racismo durante uma investigação de assassinato. Ele também interpretou um professor numa escola difícil de Londres no mesmo ano, em "To Sir, With Love".

Poitier ganhou o seu Oscar de melhor actor por "Lilies of the Field" em 1963, no papel de um faz-tudo que ajuda freiras alemãs a construir uma capela no deserto. Uma conquista que fez história. Cinco anos antes, Poitier fora o primeiro negro nomeado ao Oscar para actor principal pelo seu papel em "The Defiant Ones".

O seu personagem Tibbs de "In the Heat of the Night" foi imortalizado em duas sequências - "They Call Me Mister Tibbs!" em 1970 e "The Organization" em 1971 - que se tornou a base da série de televisão "In the Heat of the Night", protagonizada por Carroll O'Connor e Howard Rollins.

Os seus outros filmes clássicos da época incluíram "A Patch of Blue", em 1965, no qual o seu personagem fez amizade com uma menina cega e branca, "The Blackboard Jungle" e "A Raisin in the Sun", que Poitier também interpretou na Broadway.

Poitier nasceu em Miami em 20 de Fevereiro de 1927, foi criado numa fazenda de tomate nas Bahamas e teve apenas um ano de escolaridade formal. Ele lutou contra a pobreza, o analfabetismo e o preconceito para se tornar um dos primeiros actores negros a ser conhecido e aceite em papéis importantes pelo público.

Poitier escolheu os seus papéis com cuidado, enterrando a velha ideia de Hollywood de que actores negros só podiam aparecer em contextos degradantes como engraxadores, maquinistas e empregadas domésticas.

"Eu te amo, eu te respeito, eu te imito", Denzel Washington, outro vencedor do Oscar, disse certa vez a Poitier numa cerimónia pública.

Como realizador, Poitier trabalhou com o seu amigo Harry Belafonte e Bill Cosby em "Uptown Saturday Night" em 1974 e Richard Pryor e Gene Wilder em 1980 em "Stir Crazy".

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG