Links de Acesso

Moçambique perdeu quatro milhões de hectares de florestas nos últimos 15 anos

  • Alfredo Júnior

Foto de arquivo

Especialista diz que Nampula poderá deixar de ter florestas

Moçambique perdeu, nos últimos 15 anos, cerca de quatro milhões de hectares de floresta, devido à exploração desordenada e outra acções humanas.

As províncias de Nampula, Manica e Sofala são as regiões do país que apresentam as maiores taxas de desmatamento, segundo dados apresentados por especialistas do sector florestal.

Este cenário, dizem os especialistas, está a ganhar contornos preocupantes.

Tal é agravado pela fraca reposição destes recursos, revela o especialista Credêncio Mahunze.

"A província de Nampula, nos últimos 15 anos, perdeu mais de metade da sua área florestal, e se o ritmo continuar, nos próximos 10 anos, podemos não ter florestas nos próximos dez anos", diz Mahunze.

Moçambique perde elevadas somas com a exploração ilegal da madeira, cujo mercado principal é a China,.

Pelo menos 540 milhões de dólares da venda de madeira não foram para os cofres do estado, entre 2003 e 2013.

Rito Mabunda
Rito Mabunda

Para Rito Mabunda, coordenador do programa de florestas no WWF-Moçambique, a suspensão de madeireiros ilegais poderá melhorar a gestão.

Celso Correia, ministro da Terra e Ambiente, diz que o governo aposta na reforma do sector de florestas e em novos modelos de fiscalização.

Exemplo dessas medidas é a “Operação Tronco”, queteve lugar em Março, e detectou mais de 400 casos de violação das reservas de exploração madeireira.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG