Links de Acesso

Maputo anuncia que não vai pagar prestação da dívida da EMATUM

  • William Mapote

Importar bens poderá mais complicado, adverte o sector privado.

O governo moçambicano anunciou hoje, 16, a incapacidade de pagar os cerca de 60 milhões de dólares de prestação da amortização da dívida da EMATUM aos credores internacionais.

Numa comunicação enviada aos credores, o governo alega a degradação da situação macroeconómica e fiscal do país, que afectou severamente as finanças públicas, o que vai impossibilitar o cumprimento das suas obrigações.

A Confederação das associações económicas de Moçambique (CTA), um fórum que junta o sector privado do país, diz que o anúncio é apenas a confirmação.

“Era previsível, e por ser previsível, eu esperava que o governo tivesse conseguido um acordo com os credores internacionais para a reestruturação da dívida, porque este valor era praticamente insuportável” disse Eduardo Sengo, assessor económico da CTA.

Como impacto da situação, Sengo fala da dificuldade de Moçambique conseguir, em tempo útil, importar bens.

“Os operadores nacionais, incluindo o sector privado, poderão enfrentar dificuldades porque, sendo de um país incumpridor, o mercado internacional pode começar a exigir pagamento a pronto, para além de pressionar a liquidez” disse Sengo.

A agência Bloomberg reporta que o incumprimento das autoridades de Maputo, já levou à subida dos juros da dívida soberana moçambicana para 25,5%.

XS
SM
MD
LG