Links de Acesso

Mia Couto recebe prémio por "As Areias do Imperador"


Mia Couto escritor moçambicano

O Prémio Jan Michalski de Literatura 2020 foi hoje atribuído a Mia Couto pela sua trilogia "As Areias do Imperador".

No site da Fundação Jan Michalski pode ler-se que o júri saudou a “excepcional qualidade da escrita, que mescla subtilmente oralidade e narrativa, cartas, contos, fábulas, sonhos e crenças que estão no cerne de uma realidade histórica, a de Moçambique no final do século XIX em luta com colonização portuguesa. Sem o menor traço de maniqueísmo, o autor destaca-se em retratar com grande empatia personagens diante da desumanidade da guerra, oferecendo-lhes uma inspiração épica do exuberante mundo natural de África".

O Prémio Jan Michalski de Literatura é atribuído anualmente pela Fundação a uma obra de literatura mundial. Está aberto a autores de todo o mundo, e tem como objetivo contribuir para o seu reconhecimento internacional.

O Prémio é concedido a obras de ficção ou não, independentemente do idioma em que é redigido. O vencedor recebe um valor de 50.000 francos suíços (cerca de 56 mil dólares) oferecendo a possibilidade de maior dedicação à sua arte.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG