Links de Acesso

Melhor organização e maior controlo explicam vitória do MPLA, diz economista angolano


MPLA é hoje "aliança de ideologias" e oposição apresenta "poucas respostas"

Mais militantes, melhor organização e uma rede de influências e controlo gerados ao longo de décadas no poder, explicam a vitória do MPLA nas eleições, disse o economista e analista político angolano Jonuel Çongalves.

Falando à Voz da América o economista afirmou que “o MPLA tem uma presença nacional acima dos outros com um número maior de militantes, o que se notou nas assembleias de voto”.

Porque é que o MPLA venceu - 2:54
please wait

No media source currently available

0:00 0:02:54 0:00

O MPLA, acrescentou “ tem uma rede de comunicação nacional … e por outro lado o MPLA tem a vantagem de ter estado estes anos todos no poder o que lhe dá vantagem no aparelho administrativo e no aparelho de comunicação social estatal”.

Embora haja diferenças daquilo que ocorreu em prévias eleições este desiquilibrio "continua a ser um problema da transição angolana que é estabelecer um equilíbrio de oportunidades”

Para além disso, disse Jonuel Gonçalves, "o MPLA continua a ser um partido mais heterógeneo que todos os outros” albergando dentro de si diversas tendências políticas desde marxistas a liberais” e também “do ponto de vista social e das comunidades”.

“Com as suas mudanças internas desde 1990 o MPLA tem de tudo dentro do seu espectro ideológico”, disse o analista para quem o MPLA é agora “uma grande aliança de ideologias”.

“Os outros partidos no fundo estão muito mais limitados do ponto de vista ideológico e para além da critica ao MPLA apresentam poucas respostas aos problemas sociais”, disse.

Jonuel Gonçalves fez notar que um dado importante destas eleições é saber a taxa de participação do eleitorado.

“Isto é muito importante nas eleições angolanas e em todas as eleições africanas neste momento”, disse.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG