Links de Acesso

Iraque: Detidas quatro alemãs que se juntaram ao Estado Islâmico, reporta a Der Spiegel


Foto de arquivo.

As mulheres podem enfrentar pena de morte no Iraque por pertencerem ao grupo militante.

Quatro mulheres alemãs, incluindo uma jovem de 16 anos, que se juntaram ao Estado Islâmico, nos últimos anos, estão numa prisão iraquiana e recebem assistência consular.

Citando a edição desta semana da revista Der Spiegel, a agência Reuters escreve que diplomatas visitaram as quatro numa prisão no aeroporto de Bagdad na quinta-feira e elas estavam bem, dadas as circunstâncias.

As mulheres podem enfrentar pena de morte no Iraque por pertencerem ao grupo militante, acrescentou a publicação.

A Der Spiegel escreve que as autoridades iraquianas deram à Alemanha uma lista com os nomes das mulheres no começo da semana, identificando a adolescente como Linda W. da pequena cidade de Pulsnitz, perto de Dresden.

O Ministério dos Negócios Estrangeiros da Alemanha declinou comentar.

Os procuradores alemães informaram na terça-feira que estavam a verificar a informação de que uma jovem de 16 anos estava sob investigação por apoiar o Estado Islâmico entre as mulheres presas na cidade iraquiana de Mosul, onde forças iraquianas venceram o grupo militante este mês.

Segundo a Der Spiegel, uma das alemãs tinha descendência marroquina e outra parecia vir da Chechênia, mas tinha passaporte alemão.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG