Links de Acesso

Imprensa pública angolana diz que Isabel dos Santos foi notificada pela PGR


Isabel dos Santos

Procuradoria-geral da República quer ouvir a empresária no âmbito do inquérito sobre a sua gestão à frente da Sonangol

A Televisão Pública de Angola e a Rádio Nacional de Angola noticiaram nesta segunda-feira, 30, que a empresária Isabel dos Santos foi notificada no passado dia 17 pela Procuradoria Geral da República (PGR) para prestar declarações no âmbito do inquérito em curso sobre a sua gestão à frente da Sonangol.

Procuradoria quer falar com isabel dos Santos - 1:54
please wait

No media source currently available

0:00 0:01:48 0:00

A rádio pública cita uma fonte da PGR como tendo dito que, “além de confirmar a notificação, deu a conhecer que a empresária não respondeu à primeira e será notificada a qualquer momento”.

A 2 de Março, a PGR abriu um inquérito para apurar as denúncias feitas pelo actual presidente do Conselho de Administração da Sonangol de que transferências no valor superior a 36 milhões de dólares foram feitas pela administração de Isabel dos Santos para uma empresa no Dubai depois da sua exoneração.

Em comunicado, o gabinete do PGR diz que o inquérito visa "investigar os factos ocorridos, bem como o eventual enquadramento jurídico-criminal dos mesmos".

Isabel dos Santos
Isabel dos Santos

As conclusões do inquérito, de acordo com o comunicado, “serão oportunamente levadas a conhecimento público, sem prejuízo do segredo de Justiça".

A decisão da PGR ocorre dois dias depois de o PCA da Sonangol ter denunciado a saída de montantes avultados para um banco no Dubai depois da exoneração do anterior CA dirigido por Isabel dos Santos.

Saturnino revelou que após a exoneração do CA dirigido pela filha do antigo Presidente da República José Eduardo dos Santos, o responsável das Finanças da empresa efectuou uma transferência de 38 milhões de dólares para a empresa Matter Business Solutions DMCC, com sede no Dubai.

Isabel dos Santos questiona decretos que revogam contratos "apenas" das suas empresas

O PCA afirmou que foram feitos pagamentos de quatro facturas, facto que, para ele, não foi de boa fé.

Dias depois, Isabel dos Santos já veio a público reagir e considerar as acusações contra a sua gestão como sendo completamente infundadas e disse estar "confortável" com o inquérito aberto pela PGR.

Ela desafiou o presidente da Sonangol a demitir-se.


"Novela" Sonangol: A troca de palavras entre Isabel dos Santos e Carlos Saturnino



A filha do ex Presidente da República vai mais longe e acusa Carlos
Saturnino, de “procurar buscar um bode expiatório, para esconder o passado negro” da empresa e o que classifica de “falência” como encontrou a Sonangol.

Veja a entrevista de Ana Gomes ao Washington Fora d'Horas, em que diz que Isabel dos Santos vai ser investigada por Comissão do Parlamento Europeu:

Isabel dos Santos pode ser investigada por comissão do Parlamento Europeu
please wait

No media source currently available

0:00 0:01:40 0:00

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG