Links de Acesso

Gâmbia: Adama Barrow promote tomar posse como Presidente na embaixada no Senegal


Adama Barrow

Países vizinhos continuam a mediação. Chefe do Exército da Gâmbia diz que suas tropas não irão entrar numa "guerra estúpida".

O Presidente-eleito da Gâmbia, Adama Barrow, diz que vai tomar posse, hoje, na embaixada do seu país no vizinho Senegal, mediante a recusa de Yahya jammeh de largar o poder.

Barrow, que se encontra no Senegal, fez o anúncio através do Twitter. A meia noite usou a mesma via para informar que a presidência de Jammeh havia “oficialmente terminado”.

“Finalmente chegou a nova era para a Gâmbia”, disse Barrow.

A tomada de posse de Barrow deveria ser hoje, 19, em Banjul, a capital da Gâmbia.

Barrow ganhou as eleições de 1 de Dezembro. Inicialmente, Jammeh aceitou os resultados, mas pouco tempo depois mudou de opinião alegando fraude eleitoral.

Os países vizinhos da Gâmbia procuram mediar a situação.

O Presidente da Mauritânia, Ould Abdel Aziz, reuniu ontem com Jammeh, e depois foi ao Senegal ao encontro de Barrow.

Depois essa movimentação, Aziz disse à imprensa que estava “menos pessimista” quanto a um resultado pacífico.

Tropas da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (Cedeao) estão estacionadas na fronteira da Gâmbia e Senegal.

Eugene Nagbe, ministro da informação da Libéria, país que lidera a Cedeao, disse que a força militar é sempre o último recurso.

O chefe do Exército da Gâmbia, Ousmane Badjie, disse à agência francesa de notícias, que as suas tropas não irão combater outras forças africanas se atravessarem a fronteira.

“Esta é uma disputa política. Não irei envolver os meus soldados nuna guerra estupida,” disse Badjie.

A sua Opinião

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG