Links de Acesso

Jornalista diz que formato de entrevista colectiva de PR angolano "promove discriminação"


Angola João Lourenço

Esta é a opinião de alguns profissionais de comunicação social em Luanda

Alguns profissionais da comunicação social em Luanda consideram que o
formato da primeira entrevista colectiva anual convocada pelo Presidente da República, promove a discriminação e não permite maior liberdade.

Para falar sobre o assunto, ouvimos o jornalista e director do semanário O Cidadão, Júlio Gomes, o porta voz da UNITA, Alcides Sakala, o porta voz da CASA CE, Lindo Bernardo Tito, o presidente da FNLA, Lucas Ngonda e o presidente do PRS, Benedito Daniel.

Jornalista diz que formato de entrevista colectiva de PR angolano "promove discriminação"
please wait

No media source currently available

0:00 0:19:45 0:00


A primeira entrevista colectiva anual convocada esta semana pelo Presidente da República, continua a produzir vários factos, quer informativos bem como políticos, a julgar sua dimensão e o impacto no seio de toda a sociedade angolana.

João Lourenço nega tensão com José Eduardo dos Santos
please wait

No media source currently available

0:00 0:01:17 0:00

Se por um lado, a maioria da população e alguns políticos saudaram a iniciativa, por outro lado, alguns profissionais da comunicação social não gostaram muito do formato utilizado e as limitações que os jornalistas estiveram submetidos no palácio presidencial.

Cerca de duzentos jornalistas entre nacionais e estrangeiros estiveram presentes na concorrida conferência de imprensa, mas apenas vinte tiveram a oportunidade para questionar o presidente João Lourenço.

PR angolano João Lourenço pede paciência
please wait

No media source currently available

0:00 0:01:19 0:00


Outra preocupação levantada pelos jornalistas tem que ver com o número
de perguntas autorizadas e as condições de acesso ao palácio presidencial da cidade alta.

Ainda assim, a iniciativa foi bem acolhida pela sociedade mas em muitos circulos defendem que este modelo de governação de João Lourenço, deve ser alargado a todos os auxiliares do titular do poder executivo.

O jornalista e director do semanário O Cidadão manifesta o seu descontentamento por ter sido excluido dos profissionais privilegiados a colocar questões a João Lourenço.

Makuta Nkondo: "Luís Fernando vai estragar João Lourenço"
please wait

No media source currently available

0:00 0:02:13 0:00


Júlio Gomes afirma que esta primera entrevista colectiva do presidente
da República ficou a margem de todas as expectivas, por não terem sido
levantados assuntos que há muito estão por esclarecer.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG