Links de Acesso

Filipinas: Governo termina o cessar-fogo com os rebeldes comunistas


Rodrigo Duterte

O governo das Filipinas anunciou o fim do acordo de cessar-fogo com os rebeldes comunistas.

O Presidente Rodrigo Guterte disse hoje aos militares do país para estarem prontos para combater.

O exército informou que seis soldados morreram em recentes confrontos com os rebeldes.

O general Eduardo Ano, que dirige as Forças Armadas das Filipinas, saudou a ordem de Guterte e afirmou que “iremos atrás dos comunistas... e os atingiremos duramente".

A decisão de Duterte é feita dois depois de os comunistas terem anunciado a sua decisão de terminar o cessar-fogo.

Os comunistas exigiam a Duterte a libertação de 400 guerrilheiros detidos, o que ele classificou de pouco razoável.

A rebelião comunista começou em 1968 e é uma das mais antigas do mundo, tendo já provocada a morte de, pelo menos, 30 mil pessoas.

Os rebeldes disseram que o fim do cessar-fogo não implica o fim das conversações de paz.

XS
SM
MD
LG