Links de Acesso

Presidente filipino "ataca" bispos católicos

  • Redacção VOA

Rodrigo Duterte saúda novos chefes da polícia

O Presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte, dirigiu palavras insultuosas não publicáveis nesta quinta-feira (19) os bispos do país pela oposição da Igreja Católica às suas políticas e, especialmente, a sua guerra às drogas.

Segundo Duterte, os bispos filipinos "pediram carros de luxo a Gloria [Macapagal-Arroyo, presidente de 2001 a 2010] quando a polícia mal tinha veículos suficientes".

Ele dirigiu palavrões num discurso transmitido pela televião num acto de designação de novos cargos da Polícia Nacional (PNP).

Rodrigo Duterte pediu aos religiosos respeito à "separação entre Igreja e Estado" que estabelece a Constituição e também os acusou no seu discurso de encobrir casos de abuso de menores e de práticas "homossexuais".

Este é o segundo ataque de Duterte à Igreja Católica em apenas dois dias, depois que na quarta-feira o Presidente ter chamado de "hipócritas" sacerdotes e bispos e os convidou, em tom sarcástico, a provar o "shabu", o tipo de metanfetamina mais popular do país, por se oporem à sua polémica campanha antinarcóticos.

XS
SM
MD
LG