Links de Acesso

Faltam professores e material escolar em Angola

  • Armando Chicoca

Ano lectivo de 2018 é aberto amanhã por João Lourenço

Angola precisa de mais de 70 mil novos professores, revelou aministra da Educação, Maria Cândida Teixeira, no Namibe, à margem dos preparativos do acto de aberturado ano lectivo 2018, a ser presidido nesta cidade litoral sul de Angola, na quinta-feira, 1, pelo chefe do Executivo, João Lourenço.

Teixeira fez saberainda que há falta de material escolar no país e o pouco que existe está a ser distribuído às províncias.

Angola precisa de 70.000 professores - 1:33
please wait

No media source currently available

0:00 0:01:33 0:00

Maria Cândida Teixeira garantiu, no entanto, que até em Março do ano em curso a falta de material escolar que se faz sentir nas escolas do pais será ultrapassada.

Entretanto, pais e encarregados de educação reclamam o aumento do preçodo material escolar.

O chefe do Gabinete do Plano da Direcção Provincial da Educação e Tecnologia no Namibe, Jorge Maciete,esclarece que o material escolar para o ensino de baseé gratuito e não deve ser comercializado.

João Lourenço é o segundo presidente de Angola que passa a noite na província do Namibe, depois de Agostinho, em 1978.

Os namibenses esperam que o chefe do Executivo fale das medidas a adoptar para resolver os actuais problemas sociais e económicos.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG