Links de Acesso

Enviados de Berlim e Kremlin irão reunir para debater a tensão na Ucrânia


Nos últimos meses, foram feitas inúmeras chamadas face à presença do exército russo na fronteira com a Ucrânia

Altos funcionários do governo alemão e russo concordaram em ter uma rara reunião presencial, em Janeiro de 2022, num esforço para aliviar as tensões políticas sobre a Ucrânia, disse uma fonte do governo alemão, neste sábado, 25.

O assessor de política externa do chanceler alemão Olaf Scholz, Jens Ploetner, e o negociador russo da Ucrânia, Dmitry Kozak, concordaram em se encontrar após uma longa conversa, por telefone, na quinta-feira, disse a fonte sob condição de anonimato.

O governo alemão não fez nenhum comentário oficial. Um porta-voz da Kozak não quis comentar.

Nos últimos meses, foram feitas inúmeras chamadas entre os líderes ocidentais e o presidente russo, Vladimir Putin, sobre o aumento da presença do exército russo na fronteira com a Ucrânia e os temores resultantes de uma invasão.

As reuniões pessoais entre altos funcionários de governos do ocidente e da Rússia têm sido poucas e raras, embora o presidente dos EUA, Joe Biden, tenha conversado com o presidente Putin, em Genebra, em Junho deste ano.

Desde que assumiu o cargo, neste mês, Scholz enfatizou a necessidade de diálogo com a Rússia sobre o aumento da sua presença militar na fronteira com a Ucrânia, enquanto se junta a aliados ocidentais no apoio a sanções caso Moscovo invada.

Gasoduto

Berlim duvida mais do que Washington se a Rússia realmente deseja atacar a Ucrânia e deseja diminuir as tensões, disseram duas fontes do governo à Reuters sob condição de anonimato.

O secretário de Estado, Antony Blinken, defende o histórico de política externa do governo Biden após seu primeiro ano
please wait

No media source currently available

0:00 0:02:02 0:00

Os críticos acusam a Alemanha de estar em dívida com Putin por causa de sua necessidade de gás russo, atacando a construção do gasoduto Nord Stream 2 entre os países, contornando a Ucrânia.

Berlim diz que o Nordstream 2 não é político e seria apenas um dos vários gasodutos que transportam gás russo para a Europa.

"O objectivo do lado alemão continua sendo uma reactivação rápida do formato da Normandia", disse a fonte do governo alemão, referindo-se às negociações multilaterais entre Ucrânia, Rússia, França e Alemanha.

O líder parlamentar do SPD, Rolf Mutzenich, disse à Reuters que o partido não era "ingénuo" e sabia com quem estava a lidar, acrescentando que ainda acredita que o engajamento pode ajudar a desacelerar a situação na Ucrânia.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG