Links de Acesso

Donald Trump reduz pena de Roger Stone


Roger Stone, 20 Fev., 2020.

O presidente dos EUA, Donald Trump, comutou a sentença de prisão do seu conselheiro de longa data Roger Stone dias antes de ele se apresentar à prisão.

Stone foi condenado por prestar falso juramento e obstrução à justiça durante a investigação sobre a interferência russa nas eleições de 2016 e foi condenado a cumprir três anos e quatro meses.

"Roger Stone já sofreu muito", afirmou a Casa Branca em comunicado. "Ele foi tratado de maneira injusta, como muitos outros nesse caso. Roger Stone agora é um homem livre!"

Roger STone leva 48 meses de prisão
please wait

No media source currently available

0:00 0:01:08 0:00

A comutação fica aquém do perdão total e não apaga as condenações criminais de Stone da maneira que o perdão faria. No entanto, a ação protege Stone de ir para a prisão.

Stone deveria começar sua sentença de prisão na Geórgia na terça-feira, depois de um tribunal federal de apelações ter recusado o seu pedido de adiar sua data de entrada na prisão.

Após o anúncio de Trump, Stone saiu da sua casa em Fort Lauderdale, na Flórida, usando uma máscara "Free Roger Stone" (libertem Roger Stone) e disse a repórteres: "Este é um pesadelo horrível quando percebes que essa investigação nunca teve uma origem legítima ou legal. Foi uma caça às bruxas."

Stone disse à Associated Press que Trump ligou-lhe na noite de sexta-feira com a notícia de que a sua sentença foi comutada.

"O presidente disse-me ter decidido, num ato de clemência, emitir uma comutação completa da minha sentença, e pediu que eu prosseguisse vigorosamente o meu apelo e minha reivindicação", disse Stone enquanto comemorava com os amigos.

Stone é amigo e consultor de Trump há décadas. Ele tem demonstrado o seu desejo por um perdão publicamente, escrevendo no Instagram que a sua vida poderia estar em risco se ele for preso durante uma pandemia.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG