Links de Acesso

Roger Stone apela ao perdão Presidencial depois de confirmada data do início da prisão


Roger Stone arrives for his sentencing at federal court in Washington, Feb. 20, 2020.

Roger Stone o antigo conselheiro de longa data do Presidente americano, apelou ao perdão de Donald Trump, um dia depois de um juiz federal ter determinado que se apresente no dia 14 de julho para começar a cumprir sentença de três anos e 4 meses de prisão por sete crimes.

Stone é um ativo estratega do Partido Republicano que se descrevia a si próprio como um “trapaceiro sujo”.

Ele vive no sul da Flórida e deve cumprir a pena no vizinho estado da Georgia.

Roger Stone, entretanto, já apelou ao perdão presidencial.

"Quero que o Presidente saiba que esgotei todos os meus recursos legais e que apenas um ato de clemência fará justiça no meu caso e salvará minha vida”, escreveu numa mensagem em texto enviada à agência Bloomberg.

A sentença foi ditada em novembro de 2019 poelos crimes de obstrução, ameaças a testemunhas e por mentir ao Congresso durante a investigação sobre a interferência dos russos nas eleições de 2016.

A juíza Amy Berman Jackson, que havia sentenciado Stone a três anos e quatro meses de prisão, permitiu que ele cumpra 14 dias em prisão domiciliar antes de se apresentar, por causa do coronavírus.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG