Links de Acesso

Dez pessoas mortas em manifestações no Irão

  • Redacção VOA

Televisão estatal diz que houve ataques a esquadras d apolícia e quarteis do exército

A televisão estatal iraniana disse hoje que 10 pessoas morreram durante a noite em manifestações anti governamentais que começaram na semana passada através do Irão.

Centenas de manifestantes foram presos desde que as manifestações começaram na semana passada contra a situação económica do país e o envolvimento em guerras na Síria, Iraque e Iémen.

A televisão estatal iraniana disse que alguns manifestantes armados tentaram assumir controlo da algumas esquadras da policia e bases militares mas foram confrontados com forte resistência das forças de segurança”

Uma agência de notícias iraniana citou um legislador iraniano como tendo dito que duas pessoas tinham sido mortas a tiros na cidade de Izeh no sudoeste do país.

Seis outros manifestantes foram mortos a tiro em Tuyserkan

As manifestações anti governamentais começaram Quinta-feira na segunda maior cidade do país Mashhad e alastraram-se rapidamente para outras partes do país.

Ontem as autoridades iranianas bloquearam o acesso a redes sociais como Instagram e Telegram. Essas aplicações estavam a ser usadas por iranianos para passar informação sobre as manifestações.

O presidente iraniano Hassan Rouhani disse que o seu governo “não mostrará tolerância para aqueles que danificam propriedades públicas, violem a ordem pública e criem distúrbios na sociedade”.

Num discurso ao parlamento Rouhani acusou os Estados Unidos, Israel e especialmente a Arábia Saudita de fomentarem a instabilidade no Irão.

O presidente americano Donald Trump disse num tweet que o povo iraniano quer a liberdade e chegou o tempo para a mudança

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG