Links de Acesso

COVID-19: Pequim encerra mercado de alimentos devido a surgimento de novos casos


Duas mulheres vestidas com equipamento de proteção junto ao mercado Xinfadi, em Pequim, encerrado devido a novos casos de Covid-19

Dezenas de pessoas testaram positivo para o novo coronavírus em Pequim, enquanto partes da cidade foram bloqueadas no sábado após o surgimento de um novo cluster ligado a um mercado de distribuição alimentar.

As pessoas receberam ordens para ficar em casa em 11 propriedades residenciais no distrito de Fengtai, no sul de Pequim, e o mercado de Xinfadi, nas proximidades, foi fechado e as autoridades estão a tentar conter o surto que alimentou o medo de um ressurgimento da transmissão local.

A maioria das seis novas infecções domésticas relatadas no sábado estavam ligadas ao mercado de carnes e vegetais, disseram autoridades de saúde, que fornecem grande parte do suprimento de alimentos da capital.

A agência de notícias oficial Xinhua informou que pelo menos um dos casos foi "grave".

Mas outros 45 casos assintomáticos - que a China conta separadamente - foram detectados após testes em massa de quase dois mil trabalhadores no mercado na sexta-feira, disse mais tarde a oficial de saúde da cidade Pang Xinghuo.

Os Estados Unidos continuam no entanto a ser o país com o maior número de casos de Covid-19, com mais de dois milhões de infetados em todo o país e mais de 115 mil mortos devido à doença.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG