Links de Acesso

Conselheiro sénior de Donald Trump renuncia


Gary Cohn era conselheiro económico

Gary Cohn é o 18o. a deixar a Casa Branca

Gary Cohn, conselheiro económico sénior do Presidente Americano, renunciou ao cargo nesta terça-feira, 6, dias depois de Donald Trump ter anunciado a sua intenção de aumentar as taxas de importação sobre alumínio e aço.

Apesar de nem Cohn nem a Casa Branca ter avançado os motivos para a saída do conselheiro, a imprensa americana indica que ele se opôs à iniciativa de Trump que, caso for a aprovada, irá provocar uma autêntica “guerra comercial” com parceiros importantes dos Estados Unidos, além de afectar a própria economia do país.

"Foi uma grande honra servir o meu país e promulgar medidas políticas que beneficiaram o povo americano, particularmente a aprovação histórica da reforma fiscal", afirmou Cohn em comunicado, no qual agradeceu o Presidente “pela oportunidade”.

Fontes próximas a Trump revelaram que o próprio Presidente falou sobre a possibilidade da renúncia de Cohn caso os Estados Unidos decidissem impor taxas às importações de aço e alumínio.

Gary Cohn é banqueiro, ex-presidente e director de operações do banco de investimentos Goldman Sachs e foi um dos veteranos de Wall Street escolhidos por Trump para postos-chave na sua administração.

Ele foi o 18o. colaborador do Presidente americano a abandonar a Casa Branca no periodo de 13 meses.

Directora de Comunicação da Casa Branca renuncia

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG