Links de Acesso

Julgamento da chapa Dilma-Temer vai continuar nesta quarta-feira


Dilma Rousseff com o até então vice Michel Temer em março de 2016

O julgamento da acção que pede a cassação da candidatura formada por Dilma Rousseff (PT) e Michel Temer (PMDB) vai continuar nesta quarta-feira, 7, no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

O início do julgamento, na terça-feira, 6, foi marcado pelo debate sobre se as delações da Odebrecht e o depoimento do marqueteiro João Santana devem ou não serem incluídas na acção no tribunal.

Os defensores de Dilma e Temer pedem a exclusão dessas delações. Já os advogados do PSDB, autor da acção que pede a cassação da chapa, querem que os depoimentos sejam usados como provas.

O ministro relator da ação, Herman Benjamin, deixou para votar essa preliminar na manhã desta quarta-feira, no segundo dia de julgamento.

Assista à íntegra do primeiro dia de julgamento (terça, 6):

(Vídeo distribuído pelo canal do TSE no YouTube)

Nesses três dias, o TSE deve julgar uma acção na qual o PSDB aponta abuso de poder político e económico na disputa eleitoral.

O partido acusa a campanha de Dilma e Temer de ter sido abastecida com dinheiro de luvas de empresas contratadas pela Petrobras.

Os advogados da candidatura negam as acusações.

A acção foi apresentada dois meses depois de o candidato tucano a Presidente, Aécio Neves, ter sido derrotado por Dilma e Temer.

Entenda como a ação tramitou até agora no TSE, em vídeo produzido pelo próprio tribunal:

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG