Links de Acesso

Cabo Verde: Seca preocupa autoridades, população quer medidas urgentes

  • Eugénio Teixeira

Foto de arquivo

Estados Unidos dispobilizam 50 mil dólares.

A problemática da seca está a preocupar a sociedade cabo-verdiana, facto de tem levado os principais dirigentes do país a contactar as populações das zonas agrícolas, sobretudo no interior de Santiago, a maior do arquipélago.

Depois do presidente da Republica e responsáveis de algumas representações diplomáticas com realce para o PNUD e Estados Unidos da América, hoje. 10, o primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, e o ministro da Agricultura e Ambiente, Gilberto Correia, deslocaram-se ao terreno para o contacto directo com agricultores e habitantes dos concelhos da zona norte de Santiago.

Recentemente, o chefe do Governo reuniu-se com os autarcas do país para traçar estratégias no quadro do plano de emergência aprovado pelo Executivo para fazer face ao mau ano agrícola.

Estados Unidos disponibilizam 50 mil dólares

Após a aprovação do plano orçado em 850 mil contos, o Executivo diz que está a mobilizar os recursos junto de parceiros internacionais e, mas muitas pessoas das zonas afectadas pedem medidas urgentes.

Na sequência da visita que realizou a algumas localidades do interior de Santiago e Fogo, o embaixador dos Estados Unidos, Donald Heflin, anunciou uma ajuda de 50 mil dólares, do Fundo de Assistência Internacional para Desastres.

No quadro do plano de emergência, o Governo assinou um acordo de colaboração com a Associação das Instituições de Micro finanças, que passa a contar com uma linha de crédito de 50 mil contos para ajudar os agricultores e os criadores de gado a enfrentar as consequências do mau ano agrícola.

Para Francisco Tavares representante da Associação Micro finanças, trata-se de um programa que vai ajudar a minimizar os problemas que os homens e mulheres do campo enfrentam devido a seca.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG