Links de Acesso

Bulgária expulsa diplomata russo sob acusações de espionagem


Imagem de arquivo.

A Rússia diz que as acusações são "infundadas"

A Bulgária acusa um diplomata russo de espionagem e será expulso do país.

"O Ministério das Relações Exteriores da República da Bulgária declarou persona non grata um diplomata da embaixada russa em Sofia e deu-lhe 72 horas para deixar o país, devido a atividades incompatíveis com seu status diplomático", lê-se num comunicado divulgado na sexta-feira, 18.

A Rússia disse que as acusações contra seu diplomata são "infundadas".

Os procuradores dizem que o diplomata vem juntando informações há anos sobre o envio de tropas americanas à Bulgária.

A Embaixada dos Estados Unidos na Bulgária disse em comunicado que "temos visto nas últimas semanas e meses muitos exemplos de oficiais russos realizando ações agressivas, de espionagem na Bulgária a envenenamento de oponentes no país e no exterior. A Bulgária é um forte aliada da NATO e parceira, e tem o direito inalienável de defender a sua soberania”.

”Nem a Bulgária nem a Rússia revelaram a identidade do diplomata, mas a Associated Press reporta que a imprensa local identificou o diplomata como coronel Vasiliy Sazanovich.

A Bulgária expulsou pelo menos cinco diplomatas russos no ano passado, acusados de espionagem.

O país do leste europeu é membro da Nato e da União Europeia, mas já foi um dos aliados mais próximos da Rússia durante a Guerra Fria.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG