Links de Acesso

Alto Comissário dos Direitos Humanos da ONU pede investigação a crimes de guerra na Venezuela

  • Redacção VOA

Zeid Ra'ad Al Hussein denuncia crimes

Zeid Ra'ad Al Hussein diz haver perigo real de uma escalada de tensões no país

O Alto Comissário da ONU para os Direitos Humanos pediu uma investigação internacional sobre o uso excessivo da força pelas autoridades da Venezuela, por considerar que podem constituir "crimes contra a humanidade".

O Governo venezuelano já considerou o relatório sem fundamento.

"Minha investigação sugere a possibilidade de que tenham sido cometidos crimes contra a humanidade (...) Peço ao Conselho (de Direitos Humanos da ONU) que inicie uma investigação internacional sobre as violações dos direitos humanos na Venezuela", afirmou Zeid Ra'ad Al Hussein na abertura, em Genebra, da 36ª sessão da instituição, nesta segunda-feira, 11.

De acordo com o Alto Comissário, existe um "perigo real" de uma "escalada de tensões" e acções do Governo venezuelano contra "instituições democráticas e vozes críticas", através de "procedimentos judiciais contra líderes da oposição, o recurso a detenções arbitrárias, o uso excessivo da força e maus-tratos aos detentos, o que em alguns casos se assemelha à tortura".

Zeid destacou ainda que a Venezuela é actualmente um dos 47 Estados membros do Conselho de Direitos Humanos e tem, portanto, o dever de defender e promover os direitos humanos.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG