Links de Acesso

Afeganistão: Estado Islâmico reivindica ataque a TV privada

  • Redacção VOA

Forças afegãs socorrem um homem na Shamshad TV, Kabul, 7 de Novembro, 2017

Secretário-geral da NATO condena e reafirma necessidade de ajuda para combater terroristas.

Duas pessoas morreram e mais de 20 ficaram feridas num ataque bombista contra uma estação privada de televisão, em Kabul, capital do Afeganistão, nesta terça-feira.

O grupo Estado islâmico diz que planificou o ataque contra a Shamshad TV. O movimento Talibã recusa estar envolvido.

Testemunhas disseram que o ataque matinal começou com um suspeito de bombista suicida, que deu espaço para outros militantes abrirem fogo contra as instalações.

Mais três explosões foram ouvidas durante o cerco, que durou várias horas antes das forças de segurança afegãs afastarem os atacantes.

O canal retomou a transmissão com a mensagem "o ataque à TV Shamshad terminou".

O Secretário-geral da Nato, Jens Stoltenberg, disse que o ataque é inaceitável e reafirmou a necessidade de ajuda ao Afeganistão para deter os terroristas e insurgentes.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG