Links de Acesso

Afeganistão: Presidente Ghani anuncia planos para revitalizar as forças armadas


Ashraf Ghani

A mensagem anula os rumores generalizados da sua renúncia

O presidente Ashraf Ghani disse aos afegãos numa mensagem gravada, neste sábado, 14, que pretendia travar a "guerra imposta" e garantir que as forças de segurança estivessem à altura da tarefa numa altura em que o Talibã parece estar a aproximar-se da capital, Cabul.

“No cenário actual, a nossa maior prioridade é revitalizar as Forças de Segurança e Defesa do Afeganistão”, disse Ghani numa mensagem de dois minutos e meio, que foi partilhada em contas oficiais das redes sociais do governo e transmitida na TV pública afegã, na tarde de sábado.

A mensagem anulou os rumores generalizados em Cabul de que Ghani renunciar e permitir que o Talibã entrasse em Cabul em troca do anúncio de um cessar-fogo pelo grupo militante.

No entanto, Ghani disse que continuou consultas com figuras importantes no Afeganistão e internacionalmente e que partilhará os resultados com o público em breve.

A mensagem de Ghani veio num momento em que o Talibã invadiu 19 das 34 capitais de províncias do país e ataca Maidan Shahr, conhecida como a porta de entrada para Cabul. A capital da província de Maidan Wardak fica a apenas 40 quilômetros da capital afegã.

Os avanços do Talibã em todo o país preocuparam a comunidade internacional, cujos membros pareciam estar fa fazer planos de contingência para as suas embaixadas em Cabul.

Tanto os Estados Unidos como o Reino Unido pediram aos seus cidadãos que saíssem do Afeganistão em voos comerciais, dizendo que não tinham meios para prestar muita assistência em caso de emergência.

Os EUA estão a enviar 3.000 soldados para ajudar a evacuar a maior parte do pessoal da embaixada para outros países, embora esta permaneça aberta com uma equipa reduzida.

EUA evacuam os seus nacionais do Afeganistão
please wait

No media source currently available

0:00 0:02:50 0:00

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG