Links de Acesso

Advogado de defesa diz estar preocupado com saúde de Zecamutchima


José Mateus Zecamutchima, Presidente do Movimento do Protectorado da Lunda Tchokwe

Presidente do Movimento do Protectorado da Lunda Tchokwe está detido e aguarda transferência para a Lunda Norte onde vai ser interrogado

O presidente do Movimento do Protectorado da Lunda Tchokwe, José Mateus Zecamutchima, permanece detido em Luanda e o seu advogado, Salvador Freire, disse estar preocupado com seu estado de saúde.

Zecamutchima continua preso em Luanda sem acesso a medicamentos - 2:45
please wait

No media source currently available

0:00 0:02:45 0:00

Freire afirma que a polícia retirou os medicamentos a Zecamutchima que sofre de asma.

O activista foi preso terça-feira, 9, quando, acompanhado do seu advogado, se dirigiu a uma esquadra da polícia como havia sido requerido.

O advogado afirma não ter qualquer contacto com o seu constituinte desde aquele dia porque o seu cliente foi transferido do SIC-Geral para as instalações da estrutura em Luanda, onde decorrem os trâmites para a transferência para a província da Lunda Norte, município do Dundo, em que Zecamutchima será interrogado no processo em que é acusado dos crimes de rebelião e associação de malfeitores.

Salvador Freire acrescenta que Zecamutchima não recebeu até ao momento os medicamentos, embora padeça de asma.

“Ele sofre de asma e a nossa preocupação é de lhe terem retirado os medicamentos”, disse o advogado que referiu que no acto de prisão Zecamutchima "não foi alvo de qualquer agressão".

O causídico explica que em Luanda apenas Zecamutchima foi detido, mas não sabe dizer quantos membros do Movimento terão sido detidos naquela província.

“O número (de detidos) cresce cada vez mais e não sabemos quantos foram detidos nas Lundas”, afiançou o advogado, quem indicou que tenciona deslocar-se às Lundas para acompanhar o caso.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG